Category: Reportagem

A Geração Y se preocupa com a cibersegurança

Estudantes na Universidade do Arizona discutem a questão de cibersegurança em geral e como eles se protegem.

cyber-security-hgtc

Hoje, não é incomum que as pessoas tenham todos os detalhes de suas vidas registradas em algum dispositivo digital. Entre os celulares, as redes sociais e a vida profissional, efetivamente existe um banco de dados que inclui informações como biométricas, retratos e interações privadas de cada pessoa que vive uma vida contemporânea. Por isso, a cibersegurança tem se tornado uma preocupação séria para a geração do milênio.

“Eu morreria sem o meu celular. O uso para absolutamente tudo—nem trouxe a minha carteira comigo hoje, mas não estou preocupado porque posso usar ApplePay se preciso comprar algo”, disse Jose, um estante de Direito na Universidade. Sem surpresa, ele não está sozinho. Num estudo feito por FICO, encontraram que 80% da geração do milênio faz todas as suas transações bancárias digitalmente.

Mas considerando a controvérsia recém onde vazaram as fotografias dos celulares das celebridades, outra estudante não concorda. Stacy, uma estudante de Espanhol falou: “Eu não uso ApplePay. De fato, nem gosto de pôr o meu nome completo em formulários digitais. Não seria bom se uma pessoa pudesse fazer uma pesquisa no Google e encontrar todos os meus dados pessoais.”

A preocupação de muitas pessoas jovens como Stacy não é sem razão. Em face das eleições presidenciais nos Estados Unidos e a publicação dos e-mails de candidata Hillary Clinton por Wikileaks, a questão da privacidade em relação ao governo tem entrado nas mentes de todos.  Austin Mullen, um graduado recente da Universidade, por exemplo, opina que em casos como o de Secretária Clinton e outros como o massacre de São Bernardino em 2015, é importante que o governo tenha acesso a certos dados pessoais dessas pessoas. Não obstante, os leigos merecem um certo nível de privacidade nas suas vidas virtuais.  Ou nas palavras de Gilberto, outro estudante na Universidade, “os políticos merecem o mesmo nível de privacidade que os não políticos, mas coisas mudam quando conseguem um cargo público.”

Dessa forma, é lógico que a cibersegurança em 2016 é um problema complexo. Só o tempo irá dizer quais são as implicações nos anos vindouros.

Reportagem por Vicente Reyna

Tecnologia: necessidade com responsabilidades

tecnologia image

Escrito por Noemi Rodriguez

 

Quase todo mundo precisa da tecnologia de algum forma ou da outra. Esta reportagem vai falar sobre como a tecnologia fez muitas coisas mais simples para pessoas, ou como certas pessoas tem medo como a tecnologia pode ser usada pelo governo para olhar e escutar as pessoas sem que eles saibam.

A tecnologia tem mudado muito com os anos, e é também, algo que precisamos. Para muitas pessoas, nós permite fazer muitos trabalhos sim gastar muito tempo. Muitas pessoas não acreditam que a tecnologia não é tão necessária como alguns pessoas percebam.

Alguns alunos da Universidade de Arizona comentaram como eles se sentem usando tecnologia. Antes teríamos que ir a uma rua para ligar pelo telefone se estivéssemos caminhando e tivéssemos que ligar a alguém. Agora, quase todo mundo tem um telefone para ligar. O telefone faz tantas coisas agora que muitas pessoas não podem se-imaginar como funcionasse sem ele.

Uma estudante conta que gostaria de ter uma aplicação que ela poderia usar. Ela falaria em uma aplicação sobre qualquer tipo de tarefa, e aplicação faria a tarefa para ela. “Acho que a tecnologia é muito importante, e estou surpresa como a tecnologia está avançando com os anos, mas também me dá medo tanta tecnologia por quando penso no futuro, acho que com a tecnologia, esse progresso e mal para o mundo com o queimando de ozônio.”, Julia falou, estudante da Universidade de Arizona.

Outra estudante também da Universidade de Arizona, Yahaira, falou que ela gosta muito de tecnologia nova, por exemplo, quando saem os telefones novos, ou as televisões novas, ela gosta de ir a Las Vegas no primeiro de janeiro para ir a uma junta de tecnologistas testando tecnologias antes que saiam; no mercado, ás vezes dez anos mais cedo de sair no mercado. Por exemplo existe uma pulseira que projeta uma tela de computador no braço quando uma pessoa precisa usá-lo chamada Cicret. O preço para tal pulseira é $400 dólares.

Jahaira gostaria ter esta pulseira nova que tem a tecnologia necessária que pode usar o braço para fazer qualquer coisa como usando o telefone, mandar e-mails, fazer textos e também fazer brincos e jogos no braço.

Com tantos avanços em tecnologia, também existe perigo com fraude e roubo de informação pessoal cada vez que as pessoas usam seus computadores. Julia falou que ela tem medo das câmeras que podem ser usadas pelos hackers sem que as pessoas se deem conta do que está acontecendo. Por outro lado, Jahaira não tem nada de medo de tecnologia porque ela acredita que ela não tem nada que esconder.

A ideia que a tecnologia pode ser usada para ver a dentro de casas do público e da pausa a pensar que o governo nós olham. Também o governo quer poder usar tecnologia para escutar nossa conversações que e precisamente o que está acontecendo com a marca mais famosa de telefones no mundo, Apple. Apple se encontra em uma luta legal agora onde o governo quer as informações de Apple para poder abrir e pegar a informação de os telefones de Apple. Mais, Apple não quer dar a tecnologia para poder pegar essa informação porque acreditam que o governo vai usar essa informação para escutar não somente um caso especifico, mais escutar o mundo inteiro, (LA times.). O ano passado, uns homens, e uma mulher matarem muitas pessoas por seu religião no sul de Califórnia. Uns dos homens que morreu tive um telefone que era de Apple. O governo dos estados unidos quer obter a tecnologia para saber o que estava no telefone e Apple não quer dar essa informações. E uma luta que está acontecendo agora em dia por a existência da tecnologia.

A conclusão sobre esta reportagem é que a tecnologia é importante, e precisamos muito dela, também com o uso da tecnologia nós temos que ter muita responsabilidade sobre como a tecnologia está utilizada.

 

Informação pesquisada

http://www.latimes.com/local/lanow/la-me-ln-apple-vs-fbi-is-epic-fight-over-privacy-national-security-20160218-story.html

 

Tecnologia e Informação na Geração Jovem

De: Adela Traegertechnology1

A tecnologia é incrível em muitos aspectos, como ele pode transmitir informações de forma rápida e conectar as pessoas longes em um piscar de olhos. É uma grande maneira de compartilhar informações. Muitos jovens, nos dias de hoje, contam com a tecnologia para ler histórias e notícias importantes, em vez de ler o jornal ou assistir ao noticiário. A informação é acessada literalmente na ponta dos dedos. Anna, uma estudante no Universidade do Arizona, disse: “A tecnologia é a única maneira que eu tenho de receber notícias.” A questão é se os jovens estão usando essas formas de receber informações pelas razões certas ou se a geração mais jovem está descartando o potencial de informações e está o trocando para obter informações superficiais, como o de celebridades e amigos. Wyatt, um outro estudante da Universidade do Arizona, diz, “a tecnologia tem potencial para transmitir informações importantes, mas a maior parte de nossa geração o usa mais para coisas como mídia social, em vez de descobrir sobre as questões do mundo ou coisas importantes acontecendo.” Seu colega, Addi, adicionou a sua opinião, “Eu nunca vou no meu telefone para ler a notícia, é na maior parte apenas para passar o tempo quando estou entediado.” Claro que a tecnologia está em nossas mãos, mas é tão importante comparado com tantas outras distrações que também esta ao nosso alcance? Essa é a verdadeira pergunta, se nós estamos fazendo uma notícia importante a prioridade em relação aos meios de comunicação social ou toda a outra tecnologia de capacidades nos fornece.