Tudo é acompanhado por um preço-incluindo o cuidado médico “gratuito”

mobilização_saúde

Por Anna Bjornsen

Segundo InfoEscola, a saúde pública é definida como “a arte e a ciência de prevenir doenças, prolongar a vida, possibilitar a saúde e a eficiência física e mental através do esforço organizado da comunidade”. É uma coisa boa para os cidadões de um país. Mas quando é gratuita, a qualidade do serviço baixa-se. Se todas as pessoas recebem a mesma qualidade de cuidado (não importa quanto dinheiro tenham porque pagam o mesmo), não é justo para as pessoas que tem mais dinheiro, que podem pagar por melhores médicos.

O cuidado da saúde não deve ser gratuito. Não em todos os paises, pelo menos. A saúde pública (ou seja, gratuita) faz com as pessoas paguem mais impostos federais, porque o governo tem que proporcionar esses serviços gratuitamente para as pessoas que moram no país. As pessoas devem trabalhar para obter o dinheiro para que possam pagar pelos serviços assim. Ninguém quer pagar mais impostos.

Uma pesquisa feita pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas descobriu que para 36% das pessoas pesquisadas, um dos principais problemas no Sistema Único de Saúde (o sistema de saúde pública no Brasil) era a demora no atendimento. Pela falta de médicos, as filas nos consultórios estão muito longas, e as pessoas têm que esperar muito tempo para receber atenção médica. Se o Brasil tivesse um sistema mais como o sistema dos Estados Unidos, no qual as pessoas tiverem que pagar (pelo menos uma pequena taxa), o sistema seria mais balanceado e as pessoas estariam mais saudáveis e menos doentes.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s