Relações com aparelhos ou com pessoas?

Um discurso atraente é estimulado por causa da confusão sobre se o público tem amizades com pessoas ou a tecnologia.

O desenvolvimento da tecnologia tem acontecido bastante rápido ao longo dos últimos vinte anos. Até para os milenários dos Estados Unidos, os quais se criaram com tecnologias como leitores de cassetes e o Super Nintendo, precisam se adaptar rapidíssimo na época de hoje.

Realizando-se mais nos países ocidentais, o uso da tecnologia é bastante comum no cotidiano. Leticia Garcia, nascida em 1987 e criada durante certa época, fala sobre o uso diário da tecnologia. Referindo-se ao uso do celular especificamente, Garcia afirmou, “Você vai para qualquer lugar (à loja, ao escritório do médico, ou à escola) e parece que todos estão sempre nos seus celulares.”

Não faz muito tempo atrás que quase todos os escritórios guardavam suas informações em forma física (papeis), enquanto agora é preferido manter documentos em formas digitais – não apenas para economizer espaço mas para ajudar o meio ambiente também.

Apesar da eficiência de poder manter muitas informações num só lugar, a tecnologia é mais usada como forma de comunicação. Quando foi perguntada se acha que a tecnologia está afetando relações entre pessoas, Garcia respondeu dizendo “se você está namorando a longa distância, a tecnologia pode, numa maneira, trazer as pessoas mais perto. Por exemplo: mais comunicação através do FaceTime, Mensagem de Facebook, mensagens de texto, e o e-mail. Mas, também pode ter efeitos negativos numa relação. Um exemplo disso é: ficar no telefone constantemente ao invés de falar um ao outro enquanto passam tempo juntos.”

Será que a tecnologia pode substituir as emoções, então, como parece ser no caso de namorados de longa distância? Ricardo Rascon-Garcia, que nasceu no ano de 1993, afirma que “Eu não acredito que a tecnologia pode substituir as emoções, mas com certeza pode ajudar ilustrar as emoções da pessoa.”

“Acredito que a tecnologia pode afetar as relações de pessoas. Permite que as pessoas se comuniquem numa maneira positiva ou negativa. Algumas pessoas até a utilizam para encontrar novas amizades em geral. Um exemplo disso são os sites de namoro,” explica Rascon-Garcia.

Amizades, comunicação, namorados, e mais – uma lista dos aspectos sociais que são afetados pela tecnologia. Com benefícios e consequências prejudiciais, a questão sobre se as pessoas estão tendo amizades com aparelhos ou com seres amigos ainda persiste.

Rascon-Garcia faz um bom ponto quando diz, “A tecnologia tem existido desde antes que nasci. A habilidade de falar no telefone, com certeza, é o mais benéfico para as relações. Inclui interação além de clicar duas vezes no Instagram para curtir uma foto. Um bom exemplo de porque falar no telefone é melhor que responder a um “tweet” é isto: é mais fácil perceber se alguém está falando numa maneira sarcástica no telefone de que quando alguém está lendo.”

O problema da separação dos aparelhos da intimidade entre pessoas é um problema sistêmico. Rascon-Garcia explica como a mídia social permite o abuso cibernético, a fofoca, e causa que as pessoas interajam menos quando estão presente fisicamente. “Eles preferem curtir a postagem de alguém no Facebook que cumprimentar alguém pessoalmente,” fala Rascon-Garcia.

Considerando a habilidade da tecnologia de causar tanto dano, então, por que não ficamos mais longe de todos os aparelhos? Garcia diz “Eu uso meu celular bastante para me comunicar! Seja para falar no telefone ou enviar mensagens textos para minha irmã no Arizona, ou enviar e-mails aos meus chefes desde meu escritório, uso muito meu celular e computador.”
O uso diário parece estar afetando as amizades e relações entre pessoas, mas a habilidade de ficar longe de aparelhos e tecnologia (no mesmo tempo) é mais e mais difícil – virtualmente impossível.

Será que discursos sobre esse efeitos são conversas que devem acontecer não só entre relações ou amizades, mas dentro de cada pessoa? Se a tecnologia continua avançando como tem avançado nos anos atrás, é uma pergunta que merece atenção.

14 abril 2016

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s