Meu melhor amigo Por: Abby Arias

Nós caminhamos juntos para a escola na calçada, sempre de mãos dadas. Ele sempre me ofereceu sua mão, porque ele sabia que eu tinha medo de um cachorro na casa da esquina. Ele era meu melhor amigo, ele sempre cuidou de mim. Ele e eu comíamos o almoço pequeno na escola, e às vezes nós escolhíamos ir a jogar com as outras crianças em vez de comer o almoço pequeno. Tínhamos aulas diferentes porque eu tinha apenas cinco anos e ele tinha sete anos e quando era hora de entrar na aula, eu ficava triste porque tínhamos que nos separar.

Depois da escola nos reuníamos em um certo lugar para poder caminhar juntos para a casa. Chegávamos a nossas casas, comíamos, fazíamos tarefa, ajudávamos a nossa mãe em torno da casa, e finalmente nas tardes saíamos a jogar. Não sempre foi uma relação boa, porque eu lembro que cada vez que jogávamos, ele sempre ganhava e se zombava de mim. Eu o odiava naquele momento. Houve uma vez em que estávamos jogando com uma bola de futebol e ele chutou a bola muito forte e quebrou a janela. Meu Deus…. Nosso pai ficou muito, muito bravo! Foi sua culpa que meu pai os castigou por uma semana.

O tempo passou e os dois estávamos crescendo. Pouco a pouco, nós estávamos tornando independentes, e nós não estávamos tão perto. Aos vinte anos, ele decidiu se casar com sua namorada. Quando ele me contou, eu achava que ele unicamente estava brincando, mas não foi assim. Ele se casou, e se foi para outra cidade com sua namorada. Foi assim que eu perdi meu único irmão.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s