Os Três Filhos

Craig Simmons

PORT 425

10 de nov. de 15

                                                         Os Três Filhos

            Era uma vez um casal muito feliz. Depois de dois anos de matrimônio, eles tiveram um filho. O casal ficou muito alegre por causa disso. Depois de dois anos, outro filho nasceu. Outra vez, o casal ficou alegre. Depois de dois anos mais, um terceiro filho nasceu. Com cada nascimento, o casal celebrava porque queria muito ampliar a sua família. Os pais adoravam olhar nos olhos dos seus filhos todos os dias. Eles tinham olhos azuis muito brilhantes e cheios de vida que alegravam os pais.

No entanto, era muito difícil para eles manter os três filhos, porque eles não tinham muitos recursos. O pai trabalhava o dia inteiro numa cidadezinha e a mãe trabalhava também nos campos plantando e colhendo. Mesmo assim, eles nem sempre tinham bastante comida para os três filhos.

Um dia, um homem rico veio à casa deles e pediu para trocar o filho mais jovem da família por muito ouro. O ouro ajudaria a família a comprar mais e ter muito mais do que necessitava para viver bem. Os pais estavam muito desesperados porque quase nunca tinham comida para a família inteira. Eles decidiram aceitar a oferta do homem e entregar o filho mais jovem para os outros dois filhos sobreviverem. O homem deu muito ouro para os pais e eles nunca mais careciam de comida ou dinheiro.

No entanto, os dois filhos ficaram assustados porque eles viram que os pais venderam o seu irmão. Um dia, enquanto os pais estavam trabalhando, os dois filhos mais velhos pensavam em fugir da casa para que os pais não pudessem vender eles também. Eles conheceram alguns viajantes que ofereceram para os meninos acompanhar eles a outra cidade longe da casa dos seus pais. Eles juntaram todas suas coisas, caso quisessem ir embora.

Os pais terminaram um dia muito largo de trabalho. Eles estavam caminhando juntos para a casa quando uma carroça de viajantes passou muito rapido. A carroça tinha uma cobertura grande no topo e estava escuro dentro. Os pais se viram pra olhar a carroça e perceberam dois pares de olhos que pareciam familiares. Os olhos eram bem brilhantes e muito azuis. Deixou um sentimento muito estranho e muito inquietante. Os pais caminharam rapidinho para a casa mas quando chegaram, eles não tinham nenhum olho brilhante pra saludar quando entraram na casa.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s