“A minha aventura na ‘Ilha da Magia'”

Por Olívia Valencia

Na verdade, eu decidi estudar português só pela diversão. Eu aprendi falar espanhol quando era criança e sempre tinha tido vontade de aprender outro idioma. Nunca tinha pensado que eu aprenderia português, mas quando eu vi que a universidade oferecia a aula PORT 305a (português para falantes de espanhol), não queria perder a oportunidade e me inscrevi na aula.

Claro, aprender uma língua nova tem os momentos de dificuldade, mas para mim as semelhanças na gramática e no vocabulário entre o português e o espanhol fizeram esse processo um pouco mais fácil e lógico. Além disso, ter uma professora que só falava em português me forçou a fazer um esforço para praticar. Eu gostei muito das oportunidades para aprender fora da aula e participei dos bate-papos e assisti os filmes em português com frequência.

Aos poucos eu me apaixonei pelo português e me dei conta que queria seguir aprendendo o idioma com mais intensidade. Depois de consultar com os meus amigos e professores brasileiros, eu pesquisei por escolas de idioma no Brasil e comprei uma passagem a Florianópolis, a capital da ilha de Santa Catarina, que fica no sul do país.

Eu tive muita sorte na minha escolha de Step1 Idiomas em Florianópolis. Ao início, eu tinha aulas em grupo, assim pude fazer amigos com outros alunos de vários países e idades. Quando eu cheguei na escola, os professores me disseram que eu falava “portunhol”, quer dizer, a combinação dos dois idiomas. Deixar esta tendência e começar a pensar em português foi um obstáculo, mas ficou mais fácil com tempo, paciência e prática. Depois de três meses de aulas (a segunda porção delas foram individuais), eu pude contar histórias, expressar opiniões e ter argumentos com os meus professores e amigos. O momento no qual eu soube que podia conversar com fluência foi quando, depois de ter uma grave reação alérgica, pude ir à sala de emergência e falar com os médicos no hospital sem ajuda! Mesmo que não fosse um cenário ideal, eu fiquei um pouco mais tranquila por poder me comunicar com eficácia com eles.

Ainda que eu tenha viajado muito antes desta experiência, a minha aventura no Brasil foi a primeira vez que viajei totalmente sozinha. Chegar num país desconhecido e formar uma nova rotina é estressante e um pouco assustador. Ao mesmo tempo, eu reconheci que estes momentos são oportunidades imperdíveis para crescer como indivíduo que não vêm quando você fica em casa. Por fim, eu tive uma experiência maravilhosa na “ilha da magia” e agradeço aos meus professores (tanto em Florianópolis como no Arizona), o pessoal do Step1 Idiomas, os meus amigos novos e antigos e a minha família por me ensinar e apoiar quando eu precisava. Sempre vou ter um pedacinho do Brasil no meu coração.

Foto: Arquivo pessoal

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s