Desconectar: existe tal coisa?

cluster-map-of-technology-companies-across-sectors-2010-c2a9-2011-quid-inc

Hoje em dia, as gerações se definem por poder estar conectados ao mundo o tempo todo.

Não há muito tempo atrás, era normal ter uma diferença entre a vida pessoal e a vida profissional.  Por que isso importa? A tecnologia eletrônica cessou de ser uma coisa de benefício e se tornou uma necessidade. Amie e Rita são colegas de trabalho e entre as duas existe uma grande diferença entre idade. As duas usam tecnologia, mas elas têm uma ideia diferente de como a tecnologia participa cada dia em suas vidas.

Hoje em dia, a tecnologia é tão prevalente em nossa vida diária que os mundos duma pessoa existem num estado de mistura. Isso resulta dos novos aparelhos eletrônicos como o telefone, o computador ou o tablete. Como resultado, na maioria dos casos, se eliminou as fronteiras desses mundos individualizados, tornando-se absolutamente impossível de realmente poder se desconectar.

Amie é uma jovem que usa a tecnologia para poder se comunicar com noventa por cento de todas a pessoas em sua vida. Mas ela também a usa para estar na internet e usar vários aplicativos em seu telefone. Em sua vida profissional ela tem que sempre estar comunicando-se com muitas pessoas ao mesmo tempo. Rita comparta da mesma experiência no trabalho, mas ela usa a tecnologia em sua vida pessoal para se comunicar com sua família. E ela só usa o aplicativo do Facebook.  Além disso, as duas mulheres expressaram que nunca estão desconectadas realmente da tecnologia.

Ao perguntar-lhes qual é o impacto da tecnologia em sua vida, se pode ver uma diferença no pensamento das gerações. Amie diz que não poder viver sem ela, “É fantástico. Eu simplesmente não compreendo como meus pais conseguiram passar pela vida sem ela.” Sua resposta não é chocante, é o pensamento de hoje. Rita explicou que ela entende a necessidade, mas, ela diz que ela poder viver sem ele.

Na realidade, as pessoas dependem demais da tecnologia. Ainda que Rita disse que ela não precisa da tecnologia, não é certo. Em qualquer momento no dia, ela sempre está no telefone falando com seus filhos ou ela está mostrando fotos de seus netos no facebook. Por outro lado, Amie não tinha vergonha de dizer que ela passa quinze horas ou mais, usando algum aparelho eletrônico. Ela percebe que é um vício, mas ela não considera um problema.

Amie e Rita demostram o problema de poder se desconectar e sempre não é culpa deles. Quando a tecnologia está na frente de você, é óbvio que será usada todo o tempo. Ela se começa a tornar-se a norma social.  O único problema é que as pessoas não são tão conscientes disso.

http://blog.ted.com/fellows-friday-with-sean-gourley/

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s